Neia Bueno se reúne com Lu Alckmin em SP

neia lu1

A presidente do Fundo Social de Solidariedade de Cândido Mota e primeira dama, Neia Bueno acompanhada da secretária de Assistência Social Rosangela Néspolo de Andrade, esteve em São Paulo na ultima terça-feira, 24, no Palácio dos Bandeirantes.

Elas participaram da “Reunião de Trabalho” realizada pela primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade do Estado (FUSSESP), Maria Lúcia Guimarães Ribeiro Alckmin, a Lu Alckmin, com a com a participação de prefeitos, primeiras-damas e presidentes de Fundos Municipais da região de Marília.

“Foi muito importante esta nossa primeira reunião com a dona Lu Alckmim. Ela nos apresentou as novidades da Escola de Qualificação Profissional para 2017” destacou Neia Bueno.

O encontro teve como principal objetivo mostrar os projetos da Escola de Qualificação Profissional e da Horta Educativa, além de apresentar as novidades para 2017, como as novas parcerias que podem ser firmadas entre os municípios e o Fundo Social de Solidariedade do Estado nas áreas de Moda, Beleza, Construção Civil e Padaria Artesanal.

“Para este ano, vamos expandir para o interior da Escola de Construção Civil, os workshops de Moda e de Beleza e a Padaria Artesanal com a criação de Polos Regionais”, comentou Lu Alckmin.

Segundo Neia Bueno os planos são muitos, mas o trabalho será grande. “A dona Lu abriu a palavra a todos os participantes falarem das experiências, para quem já tinha exercido o cargo, e eu pude falar dos projetos e programas desenvolvidos por nós durante os oito anos da primeira e segunda gestão do meu esposo Roberto Bueno” comentou a primeira dama do município. “Falei da Padaria, da Oficina de Costura, do programa de Cadeiras Especiais, Campanhas do Agasalho, Festival de Música para Jovens, enfim, tudo o que havíamos realizado” continuou.

“O ponto triste da reunião foi que no final da reunião uma das assessoras da dona Lu Alckmin realizando uma pesquisa nos perguntou sobre a Padaria e a Oficina de Costura e nós não tínhamos nada a dizer, já que a Padaria e a oficina de Costura, por exemplo, não existem mais” lembrou Neia Bueno. Que concluiu: “Vou colocar a mão na massa e fazer o Fundo Social voltar a ter força, fazer o Fundo voltar a ter vida”.

A secretária Rosangela Néspolo, por sua vez falou da importância do encontro. “Foi uma reunião muito produtiva, pois tivemos contato com novas ações dentro dos programas e projetos do Fundo Social de Solidariedade. O mais importante é que os beneficiados são as pessoas que mais necessitam” disse.

neia lu2

 

 

neia lu3

 

neia lu4 

 
CREAS

O QUE É O CREAS?

creas site 1

O Centro de Referência Especializado de Assistência Social – CREAS é uma unidade pública integrante do Sistema Único de Assistência Social – SUAS.

O CREAS presta serviços especializados e continuados a indivíduos com seus direitos violados, direcionando o foco das ações para as famílias, contribuindo para que estas possam enfrentar com autonomia os revezes da vida pessoal e social.

Nesta perspectiva, a unidade oferece serviços continuados a cidadãos e famílias em situação de risco pessoal e social em decorrência de:

$1· Negligencia e abandono;

$1· Ameaça de maus tratos;

$1· Violações  físicas e psíquicas;

$1· Discriminações sociais e infringência aos direitos humanos e sociais.

Visando fortalecer os vínculos familiares e comunitários para a efetividade da ação protetiva para família, o CREAS conta com uma equipe multiprofissional que promove a integração de esforços, recursos para potencializar as ações para os seus usuários e conta com a parceria dos serviços socioassistenciais e Sistema de Garantia de Direitos.

QUAL O PUBLICO ALVO DO CREAS?

Crianças e adolescentes vitimas de abuso de exploração sexual;

$1· Crianças e adolescentes vitimas de violência domestica (violência física, psicológica, sexual e negligência);

$1· Crianças e adolescentes em trabalho infantil;

$1· Mulheres, idosos e pessoas com deficiência com seus direitos violados;

$1· Indivíduos e famílias em situação de rua com seus direitos violados.

QUAL O OBJETIVO DO CREAS?

Prevenir e combater a violação de direitos, ofertando ações especializadas com equipe multiprofissional de orientação, proteção, acompanhamento psicossocial e jurídico individualizado a idosos, pessoas com deficiência, mulheres, crianças e adolescentes.

COMO ATUA O CREAS?

Como um órgão coordenador dos Serviços da Proteção Especial que opera a referência e a contrarreferência com a rede de serviços socioassistenciais da Proteção Especial com as demais políticas publicas e instituições que compõem o Sistema de Garantia de Direitos – SGD.

QUAIS ATIVIDADES SISTEMATICAS DESENVOLVIAS?

$1· Atividades de orientação psicossocial e jurídica;

$1·  Visitas domiciliares: Acompanhamento dos casos;

$1· Encaminhamento para serviços intersetoriais; trabalho integrado com Conselho tutelar, Delegacias, e Ministério Público;

$1·  Trabalho integrado com os demais Programas Sociais e rede socioassistenciais.

EQUIPE TÉCNICA:

$1·  A equipe técnica  é formada pela assistente social Márcia Ferreira Sabino, advogada Mônica Curry Sanches Jarillo, psicóloga Renata Gonçalves Quieze, auxiliar administrativo Claudete Antunes da Rocha Oliveira e a coordenadora Eliane Godoy. 

 

creas site 2

 

HORÁRIO DE ATENDIMENTO

De segunda a sexta-feira, das 08:00 as 17:00 horas.

QUAL A FORMA DE PROCURAR O SERVIÇO?

creas1

CREAS – Centro de Referencia Especializado de Assistência Social

Telefone: (18) 3341-1530

DENÚNCIA NACIONAL – Disque 100

CONSELHO TUTELAR – (18) 3341-2500

 
« InícioAnterior231232233234235236237238239240PróximoFim »

Página 236 de 304

Pesquisar Google

Google

Área Restrita



Links

 

portal


  banner esic

 

 

 

 

nota_fiscal_-_icone.jpg

 

 




Prefeitura Municipal de Cândido Mota - Rua Henrique Vasques, 180 - CEP 19880-000 - Telefone (18) 3341-9350 - Cândido Mota - SP